Destaques

Saúde Escolar

Apresentação

O tema da Saúde sempre esteve presente nas preocupações educacionais, já na criação do Ministério da Educação, no governo Getúlio Vargas em 1930, o Ministério era chamado de “Ministério da Educação e Saúde Pública”, o que nos faz compreender que a Saúde tem sido uma questão presente nos mais variados momentos históricos da sociedade brasileira.

Os temas transversais, que passaram a integrar os Parâmetros Curriculares Nacionais, apresentam a Ética, o Meio Ambiente, a Saúde, a Pluralidade Cultural e a Orientação Sexual como discussões necessárias para a formação do cidadão no interior do espaço escolar. O que nos interessa aqui é trazer luz para Saúde no ambiente escolar, pois, se trata de adotar o debate na educação do ensino básico para que o aluno tenha uma visão de que a Saúde é um direito de todos. Por esse tema o aluno compreenderá que saúde é produzida nas relações com o meio físico e social, identificando fatores de risco aos indivíduos necessitando adotar hábitos de autocuidado. Na abordagem apresentada, a educação é considerada um dos fatores mais significativos para a promoção da saúde. Ao educar para a promoção e prevenção de agravos à saúde, de forma contextualizada e sistemática, o docente e a comunidade escolar contribuem de maneira decisiva na formação de cidadãos capazes de atuar em favor da melhoria dos níveis de saúde pessoais e da coletividade.

 

Objetivos

O Setor de Saúde Escolar visa à integração e articulação permanente da Educação e da Saúde, proporcionando melhoria da qualidade de vida da população da cidade de Sanharó. Portanto, procuramos elaborar e desenvolver a articulação das agendas de Educação e Saúde, a serem executadas como projetos didáticos nas Escolas. O nosso objetivo é contribuir para a formação integral dos estudantes por meio de ações de promoção, prevenção e atenção à saúde, com vistas ao enfrentamento das vulnerabilidades que comprometem o pleno desenvolvimento de crianças, jovens e adultos da rede pública municipal de ensino envolvendo seus familiares e o entorno escolar.

• Fazer da escola um espaço privilegiado para práticas de promoção de saúde e prevenção de riscos e agravos à saúde e de doenças;

  • garantir as atividades intersetoriais, a partir da ação conjunta entre saúde e educação no sentido de produzir políticas públicas básicas e fundamentais pautadas na participação social;
  • articular escola e unidade básica de saúde;
  • envolver outros setores para atender as demandas do território na perspectiva da comunidade escolar;
  • organizar ambientes favoráveis à saúde a partir do envolvimento da comunidade;
  • reorientar os serviços de saúde, visando à integralidade das ações, à participação social e ao empoderamento de sujeitos e coletividades;
  • formação integral dos estudantes.
Acessibilidade